PIME e IEL discutem projetos para o InovaTEC

Postado por: Tatiane Valeria Rodrigues

Nesta manhã, dia 22 de novembro, a Pantanal Incubadora Mista de Empresas (PIME) recebeu a visita do Conselho Temático Permanente de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (CDTI) da FIEMS (Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso do Sul), junto com o Instituto Euvaldo Lodi (IEL), representados por Thiago Capile, Luiz Alberto Pereira e Manoel Domingues para tratar da Chamada Pública do InovaTEC.

Também estiveram presentes os representantes das empresas incubadas (Brew One, Datasight, Nexstreet, RobôGeeks, Oficina de Inventor e Triz Energy), professores da FACOM (Faculdade de Computação) e FACFAN (Faculdade de Ciências Farmacêuticas, Alimentos e Nutrição) da UFMS juntamente com a equipe administrativa da PIME e o Chefe de Divisão Danilo Vegini de Matos.

Na ocasião, foi apresentado o objetivo do programa que é promover a melhoria contínua da produtividade na indústria, por meio da participação de estudantes de graduação na solução de problemas de interesse do setor produtivo, em parceria com instituições de ensino e empresas. Diante disso, foram discutidas as demandas das partes e possíveis parcerias para o projeto.

Programa InovaTEC

Programa que objetiva o fomento ao desenvolvimento científico, tecnológico e inovação no país, para execução de projetos cooperativos entre empresas e instituições de ensino superior (IES), em temas ligados à inovação, ciência e tecnologia.

O CNPq será responsável pelo custeio das bolsas, o qual concederá 200 bolsas de Iniciação Tecnológica e Industrial (ITI) para estudantes matriculados em curso superior e/ou superior tecnológico. Também serão disponibilizados, neste programa, auxílios à pesquisa aos professores, que coordenarão o projeto.

As inscrições podem ser feitas no site do programa.

As empresas interessadas em participar do programa poderão encaminhar propostas ao IEL da sua região até o dia 15 de dezembro.

Os resultados da chamada serão divulgados no dia 24 de janeiro de 2018 e o início das atividades dos projetos está previsto para os meses de março e abril de 2018.